terça-feira, 30 de agosto de 2016

5° Batalhão de Bombeiros Militar de Lages realizam palestra na UNIPLAC e para SEST/SENAT

No dia 25 de agosto de 2016, os Bombeiros Militares do 5° Batalhão de Bombeiros Militar realizaram uma palestra para os novos membros da CIPA da UNIPLAC,  em que foi ministrado treinamento de prevenção e combate a incêndio, e conjuntamente para um curso  de monitores de transportes escolar do SEST/SENAT, abordando técnicas de primeiros socorros voltados a crianças e adolescentes.


Atendendo a solicitação da senhora Emily Oliveira, Técnica de Segurança do Trabalho da UNIPLAC, realizou-se uma palestra expositiva, dialogada e com um pouco de prática, focando em como se comportar diante de um sinistro.

O conteúdo ministrado pelos bombeiros foi o Plano de Emergência, discutindo-se também a ideia de planejamento, preparo e decisões prévias quanto ao comportamento diante de um sinistro.
Já para as 26 monitoras de transporte escolar foi abordado assuntos pertinentes ao atendimento pré-hospitalar que por ventura possam se deparar nas suas funções diárias, tendo em vista que trabalham com público infantil e adolescente que certamente demanda de muita atenção devido  comportamentos imperativos, além de estarem vulneráveis a acidentes de trânsito e outros sinistros.


Portanto, o sinistro não é o melhor lugar para se pensar e tomar decisões. O ideal é executar as decisões já discutidas, pois quando um incêndio ocorre, um grande pânico é instalado na edificação. As pessoas perdem a noção de tempo, distância e da própria razão.


Campanha Voto Consciente e Termo de Compromisso dos Candidatos serão apresentados à comunidade de Lages

O Observatório Social de Lages (OSL) lançará nesta quarta-feira, dia 31 de agosto, às 19 horas, no auditório da CDL, dois grandes projetos em prol da população de Lages e do Controle Social.
 O lançamento da Campanha Voto Consciente marca o início de uma campanha organizada pela Rede de Observatórios do Brasil, que acontecerá durante todo o mês de setembro com a distribuição de materiais informativos, nos locais públicos de Lages e nas escolas, além das redes sociais, com o objetivo de alertar o cidadão de Lages sobre o seu papel de eleitor e a importância de seu voto. 
Já o Plano de Transparência e Controle Social, é composto por uma série de propostas que serão apresentadas para finalização e aprovação da comunidade e entidades de Lages e farão parte do Termo de Compromisso, encaminhado posteriormente  aos candidatos – a prefeito e vereador – para sua adesão e assinatura, até dia 20 de setembro. 
“São propostas na área de transparência e controle social que impactam diretamente na qualidade da gestão pública, propostas que geram indicadores para o acompanhamento da gestão”, afirma o vice-presidente do conselho de administração do Observatório Social de Lages Fabiano Ventura, sobre o conteúdo do Termo de Compromisso.  Fabiano reforça ainda o objetivo da campanha voto consciente. “A campanha busca ser um alerta para que o eleitor não venda o seu voto, pois o candidato que paga pelo voto é aquele que não terá compromisso com o cidadão depois de eleito”, afirma.
As eleições, em uma democracia, como ocorre no Brasil, são de fundamental importância, além de representar um ato de cidadania. Possibilitam a escolha de representantes e governantes que fazem e executam leis que interferem diretamente na vida de cada cidadão. É importante lembrar que a escolha de um péssimo governante pode representar uma queda na qualidade de vida e ainda, que são os políticos os gerenciadores dos impostos que a população paga. O voto deve ser valorizado e ocorrer de forma consciente. Devemos votar em políticos com um passado limpo e com propostas voltadas para a melhoria de vida da coletividade.
Por isso o OSL busca com seus projetos e atividades, atuar junto às duas frentes de vital importância neste processo de conscientização: o eleitor e os candidatos, futuros governantes e legisladores de nossa cidade.
Toda a comunidade lageana é convidada a participar e colaborar com este movimento.

Lages Business Park: Município apresenta projeto que deverá preparar futuro econômico para os próximos 20 anos

Nos meses recentes Lages tem estado sob os holofotes perante os demais municípios de Santa Catarina. Uma avalanche de boas notícias tomou conta da cidade, elevando a autoestima de sua população e uma delas foi anunciada na noite desta segunda-feira (29). 
O condomínio multisetorial com predominância industrial denominado Lages Business Park foi apresentado pelo prefeito Elizeu Mattos e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Juliano Chiodelli, a lideranças políticas, de entidades e empresariais, na Associação Empresarial de Lages (Acil).
 
O amplo condomínio empresarial será instalado no terreno anteriormente destinado à empresa Sinotruk, no distrito de Índios, com reversão ao Município. A área territorial é de 1.509.027,81 metros quadrados.
Um novo conceito elaborado a dezenas de mãos que poderá transformar a realidade não somente de Lages, mas de toda a Serra, com planejamento para os próximos 20 anos. Consistirá em uma área com 312 lotes (média de três metros quadrados cada um), variando conforme a necessidade. Serão três fases de implantação, com escolhas realizadas através de um edital de chamada pública (licitação) para o devido cumprimento dos critérios legais e regras pré-estabelecidas, e posterior contemplação das empresas habilitadas.
Essa burocracia deverá ser vencida dentro de 60 a 90 dias. Transcorridas licitação e contratação, a empresa, grupo ou consórcio terá entre quatro e seis meses para apresentar o projeto executivo ao Município, em que uma comissão nomeada analisará o projeto de implantação. Após sua aprovação, as obras de implantação deverão começar na primeira metade de 2017. Os trâmites de chamada pública, licitação e contratação serão realizados ainda este ano. “O Município tem pressa. Lages não pode desacelerar”, resume o prefeito Elizeu.
O presidente da Acil, Sadi Montemezzo, destaca que está se falando de um empreendimento ousado, arrojado e inovador. “A Acil é parceria de todo bom projeto e sabe-se que temos de estar juntos do poder público para alcançar grandes objetivos. Com esse novo parque empresarial, Lages com certeza terá outro rumo, um horizonte ainda mais promissor”, avalia. O vice-prefeito Toni Duarte compareceu ao evento. “Uma administração pública precisa pensar em todos os segmentos, da limpeza da cidade à tecnologia de ponta. E é isso o que estamos fazendo”, pontua. 
Mais de 300 empreendimentos e seis mil empregos
O condomínio, apresentado em um vídeo de perspectiva eletrônica, terá capacidade de suportar mais de 300 empresas de segmentos diversificados nos próximos anos, com áreas de tamanhos regulares e outras comuns de auditórios, reuniões, encontros, palestras, treinamentos, refeitórios e lazer para gestores e operários. Toda área será cercada e com iluminação pública. Os investimentos privados devem ser de R$ 30 milhões a R$ 50 milhões.
O modelo será um dos mais modernos do país, uma referência a ser reproduzida em outras cidades brasileiras. “Temos um projeto consistente, bonito e decente, com grupos fortes interessados. Nossa meta é assinar o contrato com as empresas entre 60 e 90 dias. Não haverá aporte financeiro do poder público, pois toda infraestrutura será custeada pela iniciativa privada, como pavimentação, ligações de água e saneamento, fibra ótica e urbanização, bem como terraplanagem. A atitude gera economia para poderes públicos de diferentes esferas”, complementa o prefeito.
Ele enfatiza: “A nossa vontade é que no aniversário dos 250 anos do município possamos assinar o contrato com um grande grupo como um presente para Lages, ocasionando a geração de cinco mil a seis mil empregos, quem sabe até dez mil, contados os indiretos”, assegura. Haverá duas mil vagas de estacionamento internas, além das frontais, canteiros, ciclofaixas, cinturão verde, heliponto, espaços para balanças de pesagem para caminhões, postos de combustível e oficinas, e 232 mil metros quadrados de Áreas de Preservação Permanente (APPs).
Economia aos cofres públicos
O mais relevante desse projeto, segundo o prefeito Elizeu Mattos, é que essa atitude não se trata da venda de uma ilusão, mas compreende um sonho palpável, bem como se mostra como uma ação consciente de gestão pública, com gasto praticamente zero do Município. “Corremos atrás para tornar esse desejo uma realidade. Procuramos grupos empresariais que apresentassem intenção no projeto e, para nossa satisfação, temos hoje dois grupos europeus com interesse em participar”, pontua o chefe do Executivo.
Funcionamento
A empresa ou grupo empresarial administrador do condomínio fará investimentos próprios. O Município ficará com 25% a 30% da área industrial urbanizada. Calcula-se que em torno de 90 lotes ficarão com a prefeitura para doação a empresas locais, em processo de instalação ou expansão, estendendo a mão para quem é de Lages ou nela vive. Em contrapartida, o investidor terá o compromisso de angariar empreendimentos em todo o país para o município.
As empresas do Lages Business Park serão beneficiadas com a isenção, pelo tempo de até dez anos, de impostos municipais, para as novas empresas a serem instaladas e as em processo de ampliação de sua capacidade produtiva, segundo o secretário da Fazenda, Mateus Lunardi. No entanto, estas empresas contribuirão para o Fundo Municipal de Desenvolvimento, permitindo ao Município, ao longo do tempo, criar novos parques industriais e incubadoras de negócios. Junto ao governo do Estado será articulado um compromisso para que esse espaço seja de redução ou postergação de impostos estaduais através de leis já existentes, viabilizando grandes negócios.
Isso permitirá que Lages cresça de maneira mais acelerada, com geração de renda e emprego. “Acreditamos que Lages continuará crescendo vertiginosamente nos próximos anos, com todos os requisitos que possui, como localização geográfica; crescimento de 3,4% em 2015, o maior entre os grandes municípios do Estado; R$ 400 milhões de investimentos em andamento em 25 empreendimentos, e proximidade do aeroporto federal com o condomínio. Temos todos os fatores facilitadores para que Lages seja um dos maiores polos de Santa Catarina”, acentua o secretário de Desenvolvimento Econômico, Juliano Chiodelli.
Um caminho de sete meses
O prazo para o começo da construção da Sinotruk expirou em 14 de agosto, tornando maior a missão do Município: providenciar imediatamente um novo rumo para esse impasse. Embora a atual administração municipal manifestasse a opinião da viabilidade do projeto Sinotruk para Lages, confiando no esforço e no trabalho da SC-Par, estava ciente de que se não houvesse a concretização do projeto, a cobrança viria por parte da sociedade, pois o futuro de Lages passa por essa questão. Assim, iniciou um trabalho discreto, em busca de parceiros e investidores interessados, com o intuito de desburocratizar o processo em relação ao poder público, uma vez que não há recursos públicos para bancar um projeto milionário dessa magnitude.
O projeto estava sendo trabalhado há sete meses pelo escritório de arquitetura Schneider Martins, de Florianópolis, acionado pela Secretaria de Planejamento (Seplan), através do responsável Jorge Raineski. Especificamente, o projeto foi elaborado pelo arquiteto Felipe Schneider, mediante assinatura de um Termo de Cooperação, pois a empresa doou o projeto ao Município, uma economia de R$ 500 mil. Um Plano Diretor foi elaborado exclusivamente para a área do condomínio, sendo que antigamente era naquele espaço que se concentrava o polo industrial de Lages. Segundo Raineski, está-se resgatando a história do local e novos loteamentos residenciais deverão surgir por conta da implantação do condomínio.


Um Plano de ocupação foi feito tanto para o espaço quanto para seu entorno. Índios está dentro do perímetro urbano. “Um parque tem de agregar funções. Será um complexo para as empresas fazerem conexões. A equipe de Lages está coesa e motivada, um clima de progresso surpreendente”, adianta Schneider. Condomínios serviram de referência para Lages, como o Perini Business Park, em Joinville, responsável por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) daquele município. “Lages está no segundo Estado mais industrializado do Brasil e estrategicamente localizado. Não há dúvidas de que não poderia ficar fora de um grande projeto”, comemora o arquiteto.
Como tudo começou
A ideia de implantar uma megaestrutura industrial partiu durante o seminário apresentado pelos secretários municipais no fim de janeiro deste ano, quando foi colocada pelo prefeito Elizeu Mattos como um dos assuntos primordiais para 2016. Este, um grande sonho das classes pública municipal e empresarial, passou a ser motivo de estudos de locais em franco desenvolvimento e acima da média, para se obter uma base de exemplo. Chegou-se, portanto, ao município de Aparecida de Goiânia (GO), que em nove anos triplicou os seus índices de PIB, onde o crescimento se deu em virtude da implantação de áreas industriais, fomentando o poder econômico e a qualificação da mão de obra naquela região.
Em Aparecida de Goiânia surgiram cinco grandes áreas, uma delas é o All Park Polo Empresarial, em que o Município não foi o protagonista, mas apoiador, viabilizando investimentos privados na cidade, atribuindo-lhes suporte, incentivos fiscais e liberações. Em Lages ocorreu o contrário. Baseado nessa premissa foi dado o pontapé inicial no desenho compatível à realidade e possibilidade de Lages. “Estudamos uma forma de resolver um problema antigo com uma solução moderna. Estamos na contramão da visão paternalista de que os gastos têm de ser arcados pelo poder público unicamente. Esta será uma parceria com a iniciativa privada que irá desburocratizar os trâmites. O Município será o agente protagonista e a iniciativa privada, a grande aliada”, ressalta Juliano Chiodelli.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Lages ganha novo kartódromo. Investimentos ultrapassam os R$ 4 milhões

A inauguração aconteceu neste sábado (27) e domingo (28). O kartódromo está localizado em uma área de 54 mil metros quadrados, à margem da avenida Victor Alves de Brito, acesso à SC 114 (Lages-São Joaquim). Houve corte de fita sobre a pista e descerramento de placa afixada na área dos boxes. Após a solenidade houve uma prova festiva com a participação de mais de 50 pilotos (profissionais e amadores).

Para o Prefeito de Lages, a inauguração representa o sucesso da parceria público-privada firmada em março de 2013 entre a prefeitura, o Kart Clube e o grupo CR7, de Blumenau. “Foi encontrada solução para um conflito de vizinhança, pois a antiga sede do Kart Clube estava localizada em uma área residencial. Os moradores reclamavam muito do barulho dos motores. Resolvemos assim um problema do bairro e Lages ganhou um novo kartódromo, considerado um dos melhores de Santa Catarina”, destaca.
De acordo com ele, Lages passou a ser uma cidade privilegiada, tendo tudo o que precisa para ser considerada grande e desenvolvida. “Hoje temos shopping, time de futebol na série D do brasileirão, voo comercial diário, novas empresas proporcionando emprego e renda e um kartódromo de primeira. Deixo registrada a minha felicidade em ver tantas coisas boas acontecendo e em tão pouco tempo”, declara. O vice-prefeito Toni Duarte diz que a cidade está cada vez mais estruturada. "Estamos trilhando o caminho do progresso", informa.

O antigo Kart Clube de Lages ocupava, no bairro Universitário, desde 1973, uma área de 20 mil metros quadrados, doada pela prefeitura. Tratava-se de terreno que pertenceu ao antigo aeroporto da cidade. Estiveram presentes na solenidade o presidente do Kart Clube, Renato Marcos Dambroz; o vice-presidente da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (Fauesc), João Alfredo; o piloto e empresário Cristian Rocha, outras autoridades e 56 pilotos de Kart de Lages e outras regiões de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. 

Mudança no Plano Diretor
Para que as obras de construção do novo kartódromo pudessem ser autorizadas, a prefeitura teve que fazer mudanças (adequações) no Plano Diretor Municipal. E estas se somaram aos demais empecilhos burocráticos surgidos durante a concretização da nova sede do Kart Clube, mas todos vencidos. “Foram longos três anos e meio de tempo para que tudo ficasse pronto, mas conseguimos alcançar nosso objetivo. Agradecemos a todos que nos ajudaram, entre os quais, a administração municipal que contribuiu com tudo o que estava ao seu alcance”, diz Renato Dambroz.

O novo kartódromo com pista de 1,062 mil metros de extensão por oito metros de largura possui também ampla área para boxes, salas administrativas, torre de cronometragem e espaço elevado para que o público assista às provas. A estrutura têm 20 boxes e nove banheiros, sendo um adaptado para portadores de necessidades especiais. O kart conta ainda com área para camping, quiosques com churrasqueiras, amplo estacionamento e terreno cercado. O local poderá ser homologado para provas internacionais, atendendo-se normas da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e da Federação Nacional de Kart.


Recordações
Segundo o piloto Cristian Rocha, que participou inicialmente do negócio de permuta da antiga área do kartódromo, a CR7 investiu cerca de R$ 4 milhões na construção do kartódromo. No terreno de 20 mil metros quadrados do antigo kartódromo, a CR7 projeta o Residencial Parque das Araucárias (o nome antigo era “Quinta das Neves”), dotado de 480 apartamentos. Serão construídos apartamentos com cozinha, sala, banheiro, lavandeira e dois ou três quartos.
Cristian conta que viveu dentro do antigo kartódromo do bairro Universitário, junto de sua família, grandes momentos. “Foi no kartódromo que me firmei como homem; foi onde aprendi a perder e a ganhar, na disputa leal, superando os próprios limites”, recorda. “Lembro com felicidade todos os dias que estava com minha família nos boxes, nos hotéis. Portanto, isso que hoje concretizamos não é só um negócio, mas, sobretudo, um complemento de minha vivência, desde a infância, e das muitas amizades aqui firmadas”, frisa.
Turismo
Construído dentro das normas exigidas para provas oficiais de âmbito nacional e internacional, o novo kartódromo contribui para o desenvolvimento do turismo local e regional. “Lages é tradicional no automobilismo e agora mais ainda quando poderemos sediar eventos de nível nacional e internacional. Com certeza esse grande empreendimento fortalecerá o nosso calendário de eventos turísticos”, avalia o secretário de Turismo, Flávio Agustini. “Vamos nos empenhar para trazer para Lages grandes eventos”, garante o vice-presidente da Fauesc, João Alfredo. O piloto Adilson Kassulke, de Blumenau, que já havia pilotado na pista do antigo kartódromo de Lages, elogia a nova estrutura. “É ótima e, além disso, o pôr do sol que se pode avistar daqui é magnífico”, finaliza.

Fotos: Nilton Wolff

sábado, 27 de agosto de 2016

Ação “Somos Todos Lages” 45 agitou o calçadão na manhã de sábado


A coligação “Somos Todos Lages” promoveu a ação 45 na praça João Costa, na manhã deste sábado. O candidato a prefeito Roberto Amaral, e o vice Hampel, conversaram com os passeantes, colaram adesivos e distribuíram santinhos. “Foi muito produtivo, sentimos que várias pessoas aderiram ao projeto” diz Roberto Amaral. A ação 45 teve mateada, jingles, selfies e muita alegria.



Coligação “Somos Todos Lages” reuniu candidatos a vereador e entusiastas no Jockey


A coligação “Somos Todos Lages” reuniu candidatos a vereador e entusiastas da campanha, ontem (26) à noite, no Jockey Clube. O candidato Roberto Amaral, e o vice Hampel, motivaram o público a espalhar o projeto 45 por toda a cidade. “Vamos mostrar a cada cidadão que a nossa proposta representa a valorização das pessoas e o avanço para o futuro”, disse Roberto Amaral. “Estamos preparados para ajudar Lages a continuar andando pra frente”, disse Hampel.

O prefeito Elizeu Mattos, e o vice Toni Duarte, afirmaram que Roberto Amaral e Hampel darão continuidade ao processo de expansão iniciado em 2013. “Nossa gestão ajudou a viabilizar um shopping, um voo comercial, e várias melhorias nas unidades de saúde, nas escolas e nos bairros.


 Tudo isso está dando uma nova cara à cidade, e Lages não pode parar”, disse Elizeu Mattos. “Nossa política de incentivo ao empreendedorismo gerou muitos empregos, transformando Lages numa das cidades que mais crescem no estado, e esse processo tem que continuar”, disse Toni Duarte.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Horário eleitoral gratuito começa nesta sexta, 26, em todo o país

Começa nesta sexta-feira (26) em todo o país a propaganda eleitoral gratuita dos candidatos que concorrem aos cargos de prefeito e vereador nas eleições deste ano.
Em razão da minirreforma eleitoral, aprovada no ano passado, a propaganda no rádio e na TV será mais curta em comparação aos últimos anos. O período foi reduzido de 45 dias para 35.


Não haverá mais propaganda em bloco para os candidatos aos cargos de vereador, que terão direito somente a inserções de 30 ou 60 segundos. Está proibida também a veiculação de propaganda paga no rádio ou na TV e fora do horário gratuito ou utilizar a propaganda no horário permitido para promover marca ou produto.
A propaganda deverá ser veiculada nas rádios comunitárias, nas emissoras de televisão que operam em VHF e UHF e nos canais de TV por assinatura de responsabilidade das câmaras municipais. O conteúdo da propaganda é de inteira responsabilidade do candidato, do partido político e da coligação.
De acordo com o TSE, "é assegurada a participação, no horário eleitoral gratuito, do candidato cujo pedido de registro esteja sendo questionado judicialmente (sub judice) ou que tenha sido protocolado no prazo legal, ainda que não apreciado pelo juiz eleitoral. Não são admitidos cortes instantâneos ou qualquer tipo de censura prévia nos programas eleitorais gratuitos".
A propaganda para os candidatos a prefeito será veiculada, de segunda a sábado, da seguinte maneira: em dois blocos de 10 minutos cada um, de 7h às 7h10 e de 12h às 12h10 nas emissoras de rádio, e de 13h às 13h10 e 20h30 às 20h40 na TV.
Já as inserções serão veiculadas em tempos de 30 e 60 segundos para prefeito e vereador, todos os dias da semana, em um total de 70 minutos diários, distribuídos ao longo da programação, das 5h à 0h.
O tempo da propaganda eleitoral gratuita é dividido entre os cargos, sendo 60% para prefeito e 40% para vereador. O horário da propaganda deverá sempre considerar o horário oficial de Brasília (DF). O cálculo do tempo a que cada candidato tem direito é feito pelo juiz eleitoral de cada município, que, em conjunto com os partidos e representantes das emissoras de rádio e de televisão, elabora um plano de mídia para garantir a participação de todos nos horários de maior e menor audiência.
A divisão do tempo é feita da seguinte maneira: 90% são distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que o partido tenha na Câmara dos Deputados no dia 15 de agosto de 2016; os outros 10% são distribuídos igualitariamente.
A lei proíbe a veiculação de propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos. O partido político ou a coligação que cometerem a infração estão sujeitos à perda do direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito do dia seguinte ao da decisão judicial que reconhecer o ilícito. A pedido do partido político, da coligação ou do candidato, a Justiça Eleitoral poderá impedir a reapresentação de propaganda eleitoral gratuita ofensiva à honra de candidato, à moral e aos bons costumes.
Fonte: G1

Joaçaba vence Lages na 1ª rodada do turno do Campeonato Catarinense de Basquete

Pela abertura do returno, Joaçaba mostrou sua força e segue na liderança da chave B após vencer Lages na noite desta quinta-feira. O placar apontou 98 x 68 para a ABLUJHE / UNOESC contra APABLA / FME Lages.

Gabriel Eloi (Lages) e Willian Costa (Joaçaba) foram os cestinhas da partida com 22 pontos cada.

A 1ª rodada do returno segue nesta sexta-feira e sábado com jogos pelas chaves A e B tanto no masculino quanto no feminino.


Jogos 1ª rodada do returno

Chave A - Masculino

26/8 - 20h - AABJ/FELEJ/Embraco/Ciser/Selbetti/Decore/Millium x ADIEE / Avaí
27/8 - 16h - APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE x C.D. Independente / São José
01/9 - 20h30 A.D.Brusque / FME / UNIFEBE / Aradefe x ABAVI / FME / Balneário Camboriú

Chave A - Feminino

26/8 - 20h - S.D. Vasto Verde x Independente / São José
28/8 - 10h - Colégio Salesiano x ABAVI / FME / Balneário Camboriú

Chave B - Masculino

26/8 - 20h - AVIBA / UNOESC / FMEV x ABLUJHE / UNOESC
26/8 - 20h - ACOB / SENAC / Passarela / FMEC x ABASMO / Pref. Municipal / La Salle Peperi
27/8 - 15h - C. B. Xaxim / Restaurante do Clube x ACOB/SENAC/Passarela/FMEC
27/8 - 16h - AVIBA / UNOESC / FMEV x Projeto Escola Basquete / FMD Rio do Sul

Chave B - Feminino

27/8 - 14h - AVIBA / UNOESC / FMEV x Projeto Escola Basquete / FMD Rio do Sul